Ativista indiana pode abandonar dez anos de greve de fome por amor

Coitado do britânico! Depois de dez anos, a ativista vai agora com muita sede ao… pote.
H.
*
Irom Sharmila está há dez anos em jejum em protesto contra a violência militar em Manipur, no nordeste da Índia, uma iniciativa sem comparação e que agora corre perigo porque a ativista encontrou o amor.
O suposto culpado se chama Desmond Coutinho, um britânico de origem indiana que entrou em contato com Irom e por quem ela se apaixonou, mas que desperta a desconfiança e o receio dos simpatizantes da ativista.

Fonte: Folha

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s